A Carroça

Certa manhã, meu pai, muito sábio, convidou-me a dar um passeio e eu aceitei com prazer.


Ele se deteve numa ladeira e depois de um pequeno silêncio me perguntou:
- Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa?
Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi:
- Estou ouvindo um barulho de carroça.
- Isso mesmo, disse meu pai, é uma carroça vazia.
Perguntei ao meu pai:
- Como pode saber que a carroça está vazia, se ainda não a vimos?
- Ora, respondeu meu pai. É muito fácil saber que uma carroça está vazia por causa do barulho.
Quanto mais vazia a carroça maior é o barulho que faz.
Tornei-me adulta, e até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais,
gritando (no sentido de intimidar), tratando o próximo com grosseria,
inoportuna, prepotente, interrompendo a conversa de todo mundo e querendo demonstrar que é a dona da razão e da verdade absoluta, tenho a impressão de ouvir a voz do meu pai dizendo:
-Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz.

7 comentários:

Fabiane Aline disse...

Amei esse texto.
A moral da história é lógica e encantadora analogia feita.
Parabéns.
Obrigada pelo selo.
Beijinhos.

Gu Paiva disse...

Cara! Que tudo esse texto. E verdadeiro. Pois é, pessoas vazias são assim mesmo... é até triste.

Nathália disse...

nossa adorei o texto e seu blog se quiser me seguir : http://garota-identidade.blogspot.com/

Rafael Araujo disse...

Fazendo visita ok??
http://maniaderafa.blogspot.com visita la tbm e segue se puder...deixa um coments
abraços
Parabéns pelo Blog

Will Monteiro disse...

Carabaa. Esse texto marcou tanto minha vida sabe? Tpw, quando eu fazia 7º serie eu tava na fase se brigar com tds por tudo. Passava meeses sem falar com super amigos sabe? Dai eu ganhei essa mensagem[em folha de jornal] de uma amiga minha, uma super amiga minha. De inicio eu fiz um inferno, tpw fiquei indignada por ela ter me chamado de carroça vizia sabe? Mas depois eu vi que realmente estava tendo uma atitude dessas e estava fazendo com que tds que eu amo se afastassem. Dai eu guardei o papelzinho de jonal para que nunca me esquecesse sabe? do ensinamento. E na 8ª serie eu colei a msg no meu caderno o que fez essa minha amiga ficar meio assim. Mas tpw, era uma questão de ensinamento sabe? Se um dia eu fui assim eu n posso ignorar. Enfim, ano passado eu devolvi a folhinha que ela por tantas vezes quis pegar do meu caderno axando que tinha me deixado mal. Ahh, mas hj eu só tenho a agradece-la, sabe?
Enfim, axo essa mensagem linda, marcou muito uma mudança na minha vida... Uma mudança minha.
=**

Laura Bastos Silva disse...

Olá Flor, Retribuindo a Visita.
AMEI Seu Blog Muito LINDO Aqui!

( :

Seguindo ( :

Beijos!

Joyce Kelly disse...

Quem muito fala, pouco tem a dizer.
Muito bom esse texto!

Abraço, Aline!