Versos meus, com versos teus...


Tem dias que a gente se sente
Como quem partiu ou morreu
A gente estancou de repente
Ou foi o mundo então que cresceu...
A gente que vive o agora 
com outras rodas a girar
Não sabe como é "Roda Viva"
Pois nesse presente não há


A roda de ódio e de fúria
Que assombra a juventude
É roda que impede sonhos
Interrompe a quietude


A roda da infelicidade
Que assusta, oprime, acelera
Que mostra desnuda a verdade
Levando embora a quimera


A gente quer ter voz ativa
No nosso destino mandar
Mas eis que chega a roda viva
E carrega o destino prá lá ..."


A roda  chega de noite
De dia, horário não há...
A roda de pura maldade
Que leva a vida pra lá...
A roda estúpida e inválida
Que mata quem não pensou em nascer
A roda, roleta russa
Que apaga o destino, o viver.
A roda que trás saudade
Prantos, lágrimas e dor
Que destrói a liberdade
Deixa ódio e leva o amor...



Trago aqui uma mescla, não sei se bem sucedida, dos versos da música Roda Viva com versos que eu mesma criei. Quis mesclar os dois contextos; no contexto passado a Roda Viva de Chico Buarque, a ditadura oprimente que ditava regras e destruía planos, e hoje a nossa Roda Viva - Roda da Infelicidade, a violência que assola nosso país que assim como a outra destrói a liberdade.


18 comentários:

º__Deixa Kieto__º disse...

Nossa Que Lindo *-*

Mateus disse...

Muito bom. Você disse que queria mesclar as duas rodas vivas, fez muito bem. E é essa roda hoje que nos tira toda a liberdade e tudo de bom que temos.

Sandro Batista disse...

Aline,

Passando pra agradecer sua visita e comentário no meu blog (Estação Primeira do Samba).

E como admirador de belos versos, antes mesmo de chegar ao fim, de cara percebi que você inspirou-se em "Roda Viva" do grande Chico Buarque (que não demora será tema de um post meu). Maravilhosa sua "intervenção" no já magnífico poema em forma de canção do Chico, um grito forte contra a opressão. Seu grito contra a opressão de sentimentos, de falta de humanismo, de falta de coragem. Sua "Roda Viva" está perfeita.

Um grande abraço e nota mil pra sua postagem!

http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

Cintia Barreto disse...

lEGAL,GOSTEI DA POSTAGEM e do BLOG tambem

DOWNLOAD PojucaONLINE disse...

oi gatinha,..... vi seu blog numa comu de divulgação de bogs no orkut
topas uma simples parceria ???
vc segue meu blog e eu sigo o seu...
http://www.pojucaonline.com.br/
pode ser ??

jah tow te seguindo ... abraços

Turism and Photos disse...

Nossa. Concordo com algumas pessoas acima! É bastante lindo! Seu blog também é maravilhoso. Boa sorte para você.

www.turismandphotos.blogspot.com

Theo disse...

interessante!

CristaL. disse...

Gostei, mto criativo!

bjão!


www.brincandodefazerpiada.blogspot.com

Tati disse...

A inspiração não poderia ser melhor. POr ser Chico. Por ser Roda Viva. Sim, sim, ficou ótimo! E real.

marcelle disse...

Adoreiii!!

seu blog
TO seguindo total!!

posso colocar ele em Blog's q eu indicoo?

Branca disse...

Chico é simplesmente perfeito!! Excelente blog!!

Bom gosto extremo!

bjos

DOWNLOAD PojucaONLINE disse...

vc deveria escrever mais

seguindo este blog
abraços

Daniel disse...

Legal... A vida e seu eterno movimento...


bjão!


www.brincandodefazerpiada.blogspot.com

mandynroses disse...

muito bom seu texto..

att,

http://mandynroses.blogspot.com/

Rogerio disse...

oi...fico muito bom...gostei da mescla...bem interessante...

diogo disse...

e cada nos sentimos de formas diferentes, mas todas bem reais!

luciana disse...

to ouvindo a musica agora do chico...como esse homem é bom.

deu pra ver os seus versos e o dele. e acho que que vc conseguiu captar como a vida do jovem é confusa, nossas aflições

Joyce Kelly disse...

Mescla muito bem feita, Aline.

E nesse rolar da vida, a vida segue vários rumos e é quase impossível querer controlá-la.

Abraço e ótima semana para você.
Parabéns pelo post!