Você...

...esteve sempre comigo, nas melhores e nas piores horas; na chegada do sol, na noite estrelada ao luar. Esteve ao meu lado quando o mundo ainda era uma selva à desvendar; seguimos trilhas, deixamos pegadas, passos para o destino. Olhávamos o horizonte inalcançável à procura do nosso lugar.
Criamos, buscamos, fizemos tudo e o que mais desejávamos era o nada, o encanto primaveril, o orvalho no outono, o raio de sol de verão e o primeiro floco da neve de inverno. Sua presença era o mais importante em qualquer que fosse a estação.
Me sentia grande, forte o suficiente para aguentar qualquer tempestade.
Mas de repente o tempo passou rápido demais, o horizonte inalcançável tornou-se verdade absoluta, e nesta verdade não havia lugar para o nós, em busca do vale El'dorado que a vida prometera eu segui, e tive que aprender a valorizar o eu, a voar sozinha, a chorar para a noite, e sorrir para o vento.
Certas noites eu quis voltar, mas sempre que olhava as estrelas sabia que a minha, mesmo eu estando em outras terras continuava no mesmo céu.
Te escrevi cartas, tantas e tantas que já nem sei.
Finalmente depois de muitas estradas, muitas tempestades encontrei o pote de ouro do fim do arco íris, vi todas as maravilhas do universo, conheci mil mundos, o espaço e algo mais. 
Cresci, e amadureci, hoje sou mais do que fui, mas nunca serei melhor que você, que apesar de amar me deixou livre para as minhas escolhas, me ensinou a viver, a olhar e alcançar o horizonte. Me ensinou o quanto significa duas palavras que jamais esqueci e que hoje eu aprendi a uní-las  com a primeira palavrinha que eu falei: Te amo papai.

20 comentários:

socialmedia disse...

Parabéns pelo blog.
Muito bom o post.

Hysteria Project disse...

que bonito^^

Joyce Kelly disse...

É tão bom saber que no mundo temos em quem confiar, em quem esperar pelo abraço que será certo e pelas palavras que trarão forças. É tão bom poder dizer "Te amo, Papai."

Muito fofo o seu texto.
Abraço!

Se puder...
http://emsimplespalavras.blogspot.com

joão victor borges disse...

Não existe ninguém no mundo que a gente possa amar mais que nossos pais. Ficou muito bom o texto, me lembrou de uma música que fala sobre isso, "Thin Air", do Keane.

Abraço! ;)

http://anpulheta.blogspot.com

Escritas Diretas disse...

Olá. Obrigado pelo comentário no www.escritasdiretas.blogspot.com

Belo post, belas palavras. Gostei bastante. Acaba de ganhar mais um seguidor hehe vou colocar teu blog no meus favoritos, ok!

www.escritasdiretas.blogspot.com

beijos

Julio César Carvalho disse...

Uau!!!

Mto bom texto, senti que algo meu existe nele. Bela viagem pela vida, encontro com o que sempre foi nosso, o que nos constitui. Entrelinhas expressa o que mtas vezes simples palavras não dão conta de significar!!

Parabéns!!!

Lú.úH disse...

oiiie muito bom esse post seu .
Sobre pai . eu amo meu pai...

Eu estou ti seguindo .
Me segue ?
beijokasss

http://coisasdegarotas-luuh.blogspot.com/

Mateus disse...

Temos que aprender a voar sozinho. Apesar de maravilhosos, nossos pais não estarão sempre ao nosso lado (infelizmente!!!).
Bjo

perplife.blogspot.com

Lorena Lira disse...

Gostei de tudo por aqui. Parabéns pelo belo post. Gosto de perceber quem são realmente as pessoas em seus textos.

Abraços


Lorena Lira.

socialmedia disse...

Muito bom o seu post.
Pai é pai.
Linda homenagem.

Aline Cruz disse...

Muitooo obrigada à todos que visitaram....

Claudia Halley disse...

Linda homenagem....

Naírla Silva disse...

Lindo seu post *-*
bjs

http://coposcheiosdevodkaerocknroll.blogspot.com/

R.F. disse...

Rsrsrs,

Boa postagem. Escolheu muito bem o tema.

Grande beijo!

Caique disse...

Legalz !! gostei

Karen disse...

Escrever não é para qq pessoa. Esse dom é direito de poucos, como vc. Parabéns! vc escreve mto bem, e quem lê fica doido para chegar ao fim para entender de quem se trata.

Tricotando a quatro mãos disse...

nossa, cara, muito bom :D linda homenagem.
seu blog é lindão \o

Cáah Lima disse...

aaah!!! eu consegui comentara aki, muito lindo seu blog *O*

Carolina B.! disse...

Muito bela sua homenagem! Texto cheio de lindas imagens...
A relação com teu pai parece ter sido muito boa :) Meu pai tem essa mesma presença que voce descreve... A busca pelo que está além, as aventuras, e aquele empurrão para nos arriscarmos mais, a procura do que queremos, e a liberdade de escolha...

Gostei muito mesmo ^^
Parabéns

Rony Phanuelly disse...

Ai que lindooo
Ameiii, muito lindo mesmo *-*